Ministério Público investiga gastos de R$ 56 mil da Prefeitura de Ibiara com internação do prefeito em hospital particular de João Pessoa para tratar covid-19

O pagamento com recursos públicos da gestão municipal foi revelado pelo ClickPB em setembro de 2021.

 

O prefeito de Ibiara, Nenivaldo Barros, virou alvo de investigação do Ministério Público da Paraíba (MPPB) por pagar com recursos públicos uma internação em um hospital particular de João Pessoa no mês de dezembro de 2020, quando foi acometido pela Covid-19. Conforme foi revelado em uma publicação do ClickPB em setembro do ano passado, o gestor usou R$ 56.700 da prefeitura para custear o tratamento.

O ato do MPPB foi instaurado pelo 1° subprocurador-geral de Justiça, Valberto Cosme de Lima, que considerou, entre outros pontos, “a necessidade de análise para o descortino dos indícios de atos ilícitos acima referidos, com vistas à caracterização de materialidade, bem como da respectiva autoria”.

No documento, foi designado aos promotores de Justiça, integrantes da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa para, conjunta ou separadamente, instruir a investigação, expedir notificações, colher depoimentos, requisitar documentos e praticar todos os atos executórios.

Os dados obtidos pelo portal foram baseados no Sagres do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). De acordo com as informações constadas no sistema, o salário recebido pelo prefeito é de R$ 18 mil por mês. Nenivaldo foi reeleito em 2020 após ter conquistado 2.690 votos em Ibiara.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta