Nota oficial da Reitoria da IFPB para a Prefeitura de Guarabira: “Descompostura do atual prefeito de Guarabira ao IFPB é insensível”

Nota oficial da Reitoria da IFPB para a Prefeitura de Guarabira: “Descompostura do atual prefeito de Guarabira ao IFPB é insensível”

A Reitoria do Instituto Federal da Paraíba torna público o seu posicionamento acerca de fatos recentes envolvendo sua unidade de Guarabira, ocorridos no último dia 07.

A Instituição funciona no município, desde 2011, inicialmente em instalações provisórias e, em sede própria, a partir de 2017.

O pequeno trecho que liga a rodovia PB 057 à guarita principal de acesso, desde o início do funcionamento, se encontra desprovido de pavimentação, ocasionando transtornos de trafegabilidade a veículos e de trânsito a pedestres, especialmente em tempos de chuva.

Como a execução dessa ação é de competência do poder público municipal, a reitoria e a direção geral do campus têm feito inúmeros apelos à Prefeitura, em favor da pavimentação desse trecho.

No ano de 2017, o então prefeito Zenóbio Toscano, de saudosa memória, firmou compromisso de executar essa ação, conforme matéria publicada pelo próprio site institucional do município em 14/02/2017 ( https://www.guarabira.pb.gov.br/prefeito-zenobio-se-reuniu-com-reitor-do-ifpb-campus-guarabira/), e esse compromisso foi retransmitido ao atual prefeito, após o falecimento do gestor anterior.

Lamentavelmente, o chefe do poder executivo municipal tem se mostrado insensível ao pleito e, por diversas ocasiões, tem declarado que o IFPB não figura nas prioridades de ações de seu governo.

Depois de muito esperar da Prefeitura, sem que houvesse qualquer sinal de atendimento, a comunidade do campus se mobilizou, ocupou as ruas da cidade e, em manifestação legítima de cidadania, reivindicou do senhor prefeito essa ação, desde há muito aguardada.

Não obstante, em reação ao ato público, o prefeito, ao invés de indicar que finalmente cumpriria com suas obrigações, preferiu atacar a comunidade, sobretudo os professores, a quem impinge a grave acusação de desocupação, nos tempos da pandemia.

O IFPB integra a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, é uma instituição pluricurricular, que oferta educação socialmente referenciada, transformadora e cidadã, a milhares de jovens, a maioria em risco social, e está situada em dezenove municípios do Estado da Paraíba.

A descompostura do atual prefeito de Guarabira ao IFPB destoa do tratamento respeitoso dedicado pelos prefeitos dos demais municípios, os quais sempre tem agido em parceria e com muito respeito à Instituição.

Em Guarabira, atendemos a centenas de jovens do município e da região do Brejo Paraibano, transformando vidas e preparando as futuras gerações para o exercício de suas cidadanias.

O IFPB qualifica jovens a adultos para atuar no desenvolvimento da sociedade com cursos de alta empregabilidade, gera empregos públicos,  contrata agentes terceirizados  e recolhe em dia seus impostos sobre serviços, contribuindo com o desenvolvimento do município.

A reitoria está perplexa e declara que a Instituição jamais permitirá que seus servidores sejam atacados, por quem quer que seja, principalmente da forma como estão sendo insultados em sua dignidade, e poderá usar dos meios institucionais para responsabilizar os detratores e enquadrá-los no escopo legal pertinente.

A instituição, pacificamente representada por sua comunidade de servidores e alunos, fez o exercício do óbvio, que é cobrar dos agentes públicos que abandonem a inércia e cumpram com suas responsabilidades.

A comunidade tem o direito ao serviço e o prefeito tem o dever de executar a obra, pois ele é um empregado dessa mesma comunidade.

Também é dever do agente público tratar com respeito e urbanidade a todos, notadamente os trabalhadores da educação, e também é seu dever respeitar o IFPB, que é um patrimônio da educação dos filhos dos trabalhadores brasileiros.

A reitoria exige que o senhor prefeito cesse seu tratamento desairoso, sua desfaçatez e descompostura, aja com bom senso e saiba reagir aos atos democráticos com serenidade e equilíbrio.

Esperamos que o poder público municipal de Guarabira reveja sua atitude em relação ao IFPB, reabra os canais de diálogo civilizado e, por fim, apenas cumpra com suas obrigações funcionais em aplicar os recursos públicos em favor da sociedade,  de forma igualitária e impessoal.

acessopolitico

Related posts

Deixe uma resposta