Operação Algoritmo cumpre sete mandados de prisão contra procurados por crimes violentos na Paraíba

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público Estadual e a Polícia Militar deflagraram, nesta segunda-feira (6), a Operação Algoritmo, que tem o objetivo de prender alvos que são procurados pela prática de crimes violentos na Paraíba, a exemplo de homicídios, roubos, estupros e latrocínios. Neste primeiro dia de atividades, foram cumpridos sete mandados de prisão nos bairros do Bessa, Rangel, Mangabeira, Mandacaru, Tambauzinho e Valentina, na Capital.

Os mandados foram executados por equipes do Grupamento de Ações Táticas Especiais (GATE), Força Regional e 1º Batalhão da PM, após um trabalho de cruzamento de informações obtidas em bancos de dados públicos – por isso a operação é chamada de Algoritmo – que permitiu a localização do paradeiro de cada alvo da Operação.

Conforme os dois órgãos envolvidos diretamente na Operação, os trabalhos devem durar todo este ano de 2022 e novas prisões vão acontecer.

Related posts

Deixe uma resposta