Oposição compartilha projeção em hotel de Nova York que dá ‘adeus’ a Bolsonaro em sete idiomas; vídeo

Intervenção foi projetada no Hotel Hilton, em Nova York (EUA), na madrugada de quinta-feira (27), a três dias das eleições.

Quem passou pelas redondezas do Hotel Hilton, no centro de Manhattan, em Nova York (EUA), na madrugada de quinta-feira (27/10), se deparou com um grande “adeus” ao presidente Jair Bolsonaro (PL) estampado no edifício.

A intervenção foi projetada no hotel por artistas brasileiros e norte-americanos, que não se identificaram por questões de segurança. O “adeus” a Bolsonaro aparece escrito em sete idiomas diferentes: português, inglês, espanhol, italiano, chinês, francês e russo.

As projeções também contam com críticas a gestão de Bolsonaro e a aliados do presidente. Figuras como o senador Flávio Bolsonaro (PL) e o militar Fabrício Queiroz, denunciado como operador do esquema de rachadinhas no gabinete de Flávio, aparecem na projeção. A frase “família do crime” foi estampada no prédio, ao lado de fotos de Eduardo e Carlos Bolsonaro.

Outro quadro da projeção conta com as frases: “Dinheiro vivo, gente morta”. O grupo de artistas projetou imagens Bolsonaro e Adriano da Nóbrega, acusado de chefiar uma milícia no Rio de Janeiro e suspeito de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco.

A foto de Ronnie Lessa, ex-policial militar que também é acusado pela morte de Marielle Franco, aparece estampada no prédio, ao lado da frase “O vizinho do Bolsonaro matou Marielle”.

Veja:

Related posts

Deixe uma resposta