Portal Mídia

O maior portal de Guarabira e do Brejo

PF prende 4 e faz buscas contra deputados estaduais do ES em investigação sobre atos golpistas

Operação acontece no âmbito do inquérito 4.781 dos atos antidemocráticos.

A Polícia Federal prendeu preventivamente quatro pessoas e cumpre 23 de busca e apreensão no Espírito Santo nesta quinta-feira (15). Operação acontece no âmbito do inquérito 4.781 dos atos antidemocráticos.

O deputado estadual Carlos Von (DC) está entre os alvos de mandado de busca e apreensão. A informação foi confirmada pelo próprio deputado ao g1.

O deputado disse à reportagem que ficou surpreso com o mandado de busca. Os policiais federais chegaram ao gabinete na Assembleia Legislativa, em Vitória, por volta de 7h.

Ele disse que foi surpreendido com a ligação da segurança da casa avisando da presença dos policiais na porta de seu gabinete. O deputado diz não entender por que foi alvo e nega ter participado de atos antidemocráticos.

Carlos Von é morador de Guarapari, cidade vizinha, e disse que só estaria no local mais tarde e que o gabinete funciona a partir das 8h e por isso, ainda estava fechado.

“Pedi um assessor que fosse ao local abrir a porta. Só sei que levaram o meu computador. Eu nunca participei de nenhum ato, nunca fui a nenhuma manifestação justamente para não criar esse tipo de narrativa. Nunca me posicionei nas minhas redes sociais e nem mesmo na tribuna da Assembleia. Inclusive, nunca contestei nenhum resultado das eleições. Por isso não entendo por que meu nome está envolvido nisso. Vão ter que provar o ques estão dizendo. Essa historinha não vai prosperar”, disse.

Capitão Assumção

Capitão Assumção (PL/ES) fez um post nas redes sociais criticando operação da PF — Foto: Reprodução | Twitter

Por volta de 10h, o deputado estadual Capitão Assumção (PL) usou uma rede social confirmando ser alvo da operação da Polícia Federal.

“Urgente. PF na minha casa e no meu gabinete a mando de Alexandre de Moraes. Pratiquei o terrível crime de livre manifestação do pensamento”, disse na postagem.
A reportagem tenta contato com o parlamentar desde o início da manhã, mas Capitão Assumção não atendeu as ligações.

A operação, determinada pelo ministro STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, é realizada na capital, Vitória, e em outras quatro cidades: Vila Velha, Serra, Guarapari e Cachoeiro de Itapemirim.

A determinação de Moraes atende à representação da Procuradoria Geral de Justiça do Espírito Santo (PGE-ES).

O g1 procurou a PGE-ES para dar mais detalhes sobre a operação e os mandados de busca e apreensão. Se houver retorno, esta matéria será atualizada.

A operação no ES é a mesma que acontece em outros seis estados e no Distrito Federal.

A TV Globo apurou que o desmembramento da operação se deve à logística, ambas, no entando, visam bolsonaristas que teriam organizado os atos golpistas que bloquearam rodovias.

G1

curtida no instagram, comentário no instagram, seguidor do instagram-4294405.jpg

nossas redes sociais

%d blogueiros gostam disto: