PL anuncia oposição ao governo Lula e oferece cargo a Bolsonaro

Presidente do partido, Valdemar Costa Neto disse ainda que trabalhará pela reeleição de Arthur Lira na Câmara se houver apoio ao PL para disputar comando do Senado.

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (08), o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou que o seu partido fará oposição ao governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a partir do ano que vem.

Na ocasião, Valdemar afirmou que “a maioria dos deputados e senadores escolhida pela nação são defensores dos mesmos ideais que o PL defende” e que esses valores “foram glorificados” com a chegada Bolsonaro ao partido.

“Portanto, o PL não renunciará às suas bandeiras de ideias, será oposição aos valores comunistas e socialistas, será oposição ao futuro presidente”, disse Costa Neto.

Segundo ele, a oposição a Lula não impede que o partido vote, por exemplo, a favor da “PECanha” de Transição, articulada por Lula para tentar cumprir promessas de campanha.

“Conversei longamente com o presidente Bolsonaro, ele falou que todos esses assuntos têm que ser levados à bancada e resolvemos juntos. Se é de interesse público, e interesse do país, nós vamos votar a favor, mas tudo tem que ser muito resolvido junto”, disse Valdemar.

De acordo com ele, Bolsonaro será convidado para ser presidente de honra da sigla.

Valdemar disse que “quer pagar o maior valor que puder” como salário de Bolsonaro na função de presidente de honra do PL.

gazetabrasil

Related posts

Deixe uma resposta