Pré-candidata pelo PSOL ao Governo da Paraíba, Adjany Simplício, se diz a favor do aborto em defesa da mulher e propõe desmilitarização da polícia

Segundo ela, além da defesa do aborto, outra bandeira que defende é a desmilitarização da segurança pública​ para que não haja excessos que prejudiquem a população com intolerância e violência por parte da polícia.

Defensora do aborto, da desmilitarização da segurança pública, entre outras pautas polêmicas, a pré-candidata ao governo da Paraíba, Adjany Simplicio (PSOL), disse, nesta quarta-feira (13), durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, que seu programa de governo enfrenta uma sociedade conservadora e que ela traz uma proposta de mudança para esse cenário.

“Defendo, milito e luto e tenho um partido que abraça a luta das mulheres. Defendo o aborto, pois a mulher deve ter direito sobre o seu corpo”, disse.

Segundo ela, além da defesa do aborto, outra bandeira que defende é a desmilitarização da segurança pública para que não haja excessos que prejudiquem a população com intolerância e violência por parte da polícia. De acordo com a pré-candidata, a abordagem da polícia comunitária não necessita de armas letais.

Ela declarou que a polícia deve instalar a segurança e lutar contra a violência, no entanto, não é esse cenário que é vivenciado.  “Um bandido armado merece tratamento para tal. Mas esse cenário é diferente de quando se trata de uma casa de família e da população de bem. A gente tem uma polícia fincada em raízes repressoras. A desmilitarização é construir um outro vínculo de atuação profissional, que não é pautado na ação ofensiva e violenta da população”, disse.

Além desses temas, a socialista falou sobre algo inédito no Psol acerca da conjuntura nacional. “O apoio dou partido ao pré-candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi necessário para que o bolsonarismo seja derrotado. Pela primeira vez não lançamos uma candidatura nacional, para concentrarmos apoio num nome que possua condições de vencer a ultradireita. Embora o PSOL tenha excelentes nomes, apoiar Lula nesse momento foi necessário para vencer Bolsonaro”, explicou.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta