PRF resgata 14 pessoas em trabalho análogo à escravidão no DF

Duas propriedades rurais foram fiscalizadas em Sobradinho. Nelas, encontraram situações degradantes de trabalho e tráfico de pessoas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em ação conjunta com o Ministério do Trabalho e Previdência, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Federal, Polícia Federal e Defensoria Pública da União, resgatou 14 trabalhadores rurais em condições de trabalho análogo à escravidão, em área rural de Sobradinho.Durante os dois dias de ações, entre esta terça e quarta-feira (7/12), duas propriedades rurais foram fiscalizadas. Nelas, constatarem-se situações degradantes de trabalho, o que resultou no resgate de trabalhadores oriundos do Ceará.

Entre as várias irregularidades constatadas pelas autoridades, destaca-se as péssimas condições das estruturas físicas dos alojamentos, nos quais foram encontradas instalações elétricas com fios expostos, superlotação dos ambientes, banheiros insalubres, pia única para lavar materiais utilizados para manuseio de agrotóxico, higiene pessoal, lavagem de roupas e falta de acesso à água potável.

Em ambas as propriedades, a principal atividade produtiva está ligada ao Hortifruti. Durante as operações, foram presos em flagrante três homens pelos crimes de submissão a trabalho escravo, ou a condição análoga, e tráfico de pessoas, os quais foram encaminhados à Superintendência da Polícia Federal.

De acordo com os fiscais do Ministério do Trabalho e Previdência, na próxima semana deve ocorrer o pagamento das indenizações a que os trabalhadores têm direito.

Related posts

Deixe uma resposta