Programa ‘Patrulha Maria da Penha’ inicia formação de equipes para atender mulheres da região

Programa ‘Patrulha Maria da Penha’ inicia formação de equipes para atender mulheres da região




Ocurso de formação para capacitar os policiais militares, civis e equipe técnica que atuarão na expansão do Programa Integrado Patrulha Maria da Penha (PIMP) na região do Brejo, com sede na cidade de Guarabira, teve início nesta segunda-feira (9), no auditório do Sesc de Guarabira.

A expansão do serviço para as cidades do Brejo foi anunciada pelo governador João Azevêdo e o processo de capacitação faz parte do início das atividades na região, que começou com o diagnóstico da área de abrangência, que será 40 cidades da região. Após o curso de formação, acontecerá a formalização dos protocolos de funcionamento com implantação prevista para início de julho deste ano.

A secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Lídia Moura, e a executiva da pasta, Cristiane Almeida, participaram da abertura do curso de 80 horas, o terceiro realizado na Paraíba com formação extensa que prossegue até o dia 20 deste mês. Também estiveram presentes o secretário Estado do Governo, Roberto Paulino, a capitã da Polícia Militar da Patrulha Maria da Penha, Gabriela Jácome, a coordenadora estadual, Mônica Brandão, e os representantes da Polícia Civil e Militar.

Em funcionamento em 60 cidades do Estado, incluindo a Região Metropolitana de João Pessoa, o programa funciona com sede em João Pessoa e Campina Grande. O serviço acolhe e monitora mulheres que solicitaram ou já estão com o deferimento das Medidas Protetivas de Urgência (MPUs), com intuito de salvaguardar a vida e a garantia de seus direitos humanos, através de atendimento jurídico, psicológico, de assistência social e intervenção policial, vigilância, acompanhamento e monitoramento do perímetro arbitrado pela justiça e apontado pela mulher protegida.

Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Lídia Moura, o serviço deverá ter cobertura estadual e esta é a terceira expansão para o atendimento integrado nos casos de violência doméstica. “Estamos empenhadas e focadas na expansão deste trabalho, pois um dos índices importantes é que nunca perdemos nenhuma das mulheres atendidas neste serviço. Isso significa que o trabalho vem trazendo benefícios. Estamos com este curso de capacitação que forma realmente a equipe e, para isso acontecer, contamos com a parceria da Polícia Militar e Civil, além do Tribunal de Justiça da Paraíba”, explica Lídia Moura.

As ações da PIMP são desenvolvidas pela Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana em parceria com a Secretaria de Segurança e Defesa Social (Sesds), por meio da Polícia Militar, Polícia Civil, Coordenação das Delegacias Especializadas de Mulheres e o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB).

PROGRAMA INTEGRADO PATRULHA MARIA DA PENHA

 📍 João Pessoa

Rua Rodrigues de Aquino, 378, Centro

(83) 3221-1673

📍 Campina Grande

Rua Lourenço Porto, 179, Centro

(83) 3342-3856

paraiba.pb.gov

Related posts

Deixe uma resposta