Redução no preço dos combustíveis não impacta valor do gás de cozinha: “se mantêm o mesmo”, diz presidente do Sinregás na Paraíba

Comercializado em João Pessoa com uma variação entre R$ 110 e R$ 115 à vista, o preço do gás de cozinha, com o decreto que passou a reduzir o preço dos combustíveis, em julho, não teve reflexo no produto.

“A expectativa de que com a redução no preço dos combustíveis como etanol e gasolina, o gás de cozinha também tivesse uma queda se frustrou”. Essa foi a análise do presidente do Sindicato de Revendedores de Gás GLP (Sinregás – PB), Marcos Antônio Bezerra, em entrevista ao ClickPB, nesta quinta-feira (18).

Segundo ele, a redução no preço dos combustíveis não impacta o valor do gás de cozinha. “O gás assim como o diesel ficou com uma política diferenciada então ele não está sofrendo nenhum tipo de baixa. O preço do gás continua inalterado. Não há nenhuma previsão de redução no preço desse produto”, explicou ao ClickPB.

Comercializado em João Pessoa com uma variação entre R$ 110 e R$ 115 à vista, o gás de cozinha “se mantêm com o mesmo preço”, e para o presidente do Sinregás na Paraíba, o impacto do decreto que passou a reduzir o preço dos combustíveis em julho não teve reflexo nesse produto.

“O caso do gás de cozinha é diferente do caso da gasolina, pois a alíquota do ICMS já era de 18%. Em termos práticos, o impacto das medidas no preço final do gás de cozinha foi quase imperceptível”, disse o sindicalista.

A gasolina teve um desconto com um percentual devido ao seu ICMS chegar a 29,5 % e baixou para 18% após o decreto da redução dos combustíveis.

ClickPB

Related posts

Deixe uma resposta