Suspeito de executar estudante em padaria a mando da irmã é condenado a 34 anos

Suspeito de executar estudante em padaria a mando da irmã é condenado a 34 anos

A sentença saiu no final da tarde desta terça-feira (31)

Foi realizado nesta terça-feira (31), o júri do último suspeito de participar da morte do estudante Marcos Antônio Filho, na época com 28 anos. O crime aconteceu no dia 4 de junho de 2016. A sentença saiu no final da tarde e o condenou a 34 anos e seis meses de prisão em regime fechado.

O rapaz estava na padaria da família, no bairro Jardim Luna, quando o foi surpreendido por assaltantes e morto a tiros. A irmã de Marcos é acusada de ser a mandante do crime.

No dia em que foi atingida pelo disparo, a vítima chegou a ser socorrida e levada para o Hospital de Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu naquele dia.

A ação foi registrada por meio de câmeras de segurança do estabelecimento.

Relembre o caso

Marcos Antônio Filho era estudante de Medicina Veterinária no campus da UFPB na cidade de Areia, no Agreste paraibano. Ele deixou um filho, que na época tinha sete anos.

“Foram executados dois disparos. O primeiro disparo pegou em um lixeira, esse não foi direcionado para ninguém, foi um tiro direcionado para baixo, para o piso, e acabou atingindo a lixeira. O outro disparo foi exatamente na cabeça da vítima. Esse outro disparo foi muito direcionado para a vítima. Ele não foi naquela coisa de um momento no calor da emoção, não houve reação por parte da vítima. Já deu para perceber que ele chegou, a vítima estava ao solo, estava rendida”, disse o perito Aldenir Lins após a primeira perícia, na época.

portalt5

Related posts

Deixe uma resposta