Acusados de mater ex-prefeito de Bayeux são condenados a 24 e 20 anos de reclusão em regime fechado

No início da madrugada desta sexta-feira (8), o juiz titular do 1º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa, Marcos William de Oliveira, estabeleceu as penas aos dois réus responsáveis pelo assassinato do ex-prefeito de Bayeux e ex-deputado estadual, Expedito Pereira de Souza. De acordo com a sentença do magistrado, Leon Nascimento dos Santos, o executor do crime e réu confesso, foi condenado a uma pena de 24 anos de reclusão. Já o sobrinho do ex-prefeito e o autor intelectual da morte de Expedido, José Ricardo Alves Pereira, foi…

Read More