Suspeitos de integrar grupos criminosos torturavam mulheres em datas comemorativas, inclusive o 8 de março, na PB, diz delegado

Os suspeitos de integrar duas facções criminosas, alvos da operação Cérbero, que aconteceu nesta quarta-feira (1º), na Paraíba, torturavam mulheres que se envolviam com eles, afirmou o delegado Walter Brandão, durante entrevista coletiva sobre o caso. De acordo com o delegado, a forma de tortura mais utilizada era tiros nas mãos das vítimas, e os suspeitos escolhiam datas específicas, como o 8 de março, Dia Internacional da Mulher. “Verificamos muitas jovens que se envolviam com os criminosos e quando contrariavam seus interesses sofriam torturas. Escolhiam datas comemorativas, de forma que,…

Read More