Tiros encerram ato pró-Lula com presença da governadora do RN em Macaíba

A governadora Fátima Bezerra (PT) estava no local no momento dos tiros e teve de sair às pressas; pelas redes sociais, ela pontuou que “as polícias Civil e Militar estão trabalhando para esclarecer o ocorrido”

Tiros disparados por um homem de motocicleta interromperam um ato pela candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência pelo PT no município de Macaíba, na Região Metropolitana de Natal. O caso ocorreu no começo da noite deste domingo (23/10). A governadora do estado Fátima Bezerra (PT) estava no local no momento dos tiros e teve de sair às pressas.

Pelas redes sociais, Fátima deixou claro que estava bem e que “as polícias Civil e Militar estão trabalhando para esclarecer o ocorrido”.

Segundo nota publicada pela coordenação da campanha, ninguém da comitiva foi atingido. “A equipe de segurança da governadora agiu prontamente para proteger os participantes da atividade e, desde o momento do ocorrido, as polícias Civil e Militar estão fazendo diligências para apurar os fatos.”

Fátima foi reeleita para o governo do Rio Grande do Norte no primeiro turno das eleições do último dia 2 de outubro. Pouco antes de informar sobre o atentado, Fátima tinha compartilhado imagens do ato nas redes sociais. No vídeo é possível observar dezenas de pessoas no local.

Até o momento não há informações sobre prisões também.

Gleisi Hofmann, presidente do PT, também se manifestou sobre o episódio. “A violência política que Bolsonaro incentiva se manifestou também na forma de tiros contra ato pró-Lula no Rio Grande do Norte. Solidariedade à governadora Fátima Bezerra. O Brasil precisa de paz”.

Related posts

Deixe uma resposta