Uso de máscara em local fechado deixa de ser obrigatório em Curitiba a partir desta terça-feira

A Prefeitura de Curitiba anunciou um novo decreto, na noite desta segunda-feira (28), que eliminará a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados na capital, com exceções para locais que oferecem serviços de saúde.

De acordo com a prefeitura, a nova regra passa a valer a partir de 0h de terça-feira (29), data em que Curitiba completa 329 anos.

A medida da prefeitura é anunciada 12 dias depois da revogação da lei estadual e publicação de decreto pelo Governo do Paraná que desobrigou o uso de máscaras em locais abertos do estado.

Em 17 de março, vereadores de Curitiba revogaram a lei municipal que obrigava o uso do item em todos os espaços. Na sequência, o prefeito Rafael Greca (DEM) editou decreto e permitiu, inicialmente, o uso facultativo do item em locais abertos. Crianças estavam isentas do uso em qualquer ambiente.

Exceções

Segundo a administração municipal, o uso de máscaras permanecerá obrigatório para pessoas com sintomas respiratórios, tanto em ambientes abertos, como fechados.

O documento estipula, também, o uso obrigatório em unidades de saúde, hospitais, farmácias, clínicas, consultórios e laboratórios.

Confira os principais números da Covid em Curitiba até esta segunda (28):

122 novos casos
Uma morte nas últimas 48h
416.860 infectadas desde o início da pandemia
8.206 óbitos
407.656 recuperados
998 casos ativos
Deliberação

De acordo com a prefeitura, a decisão foi tomada pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em reunião na tarde desta segunda. Foram levados em consideração os indicadores epidemiológicos da semana de 22 a 28 de março.

Pela análise, o comitê concluiu que a pontuação da bandeira em Curitiba se manteve em 1,43, menor que na semana anterior, quando estava em 1,63.

Casos ativos

Para justificar a mudança, a prefeitura disse que a capital paranaense tem menos de mil casos ativos com potencial de transmissão, segundo dados do Painel Covid.

A média móvel do número de casos ativos teve queda de 65,3% na última semana em relação a 14 dias.

Leitos

De acordo com a prefeitura, devido a baixa taxa de ocupação, 15 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no SUS foram desativados nesta segunda na capital.

Segundo a Secretaria de Saúde, a taxa de ocupação atual dos 37 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 está em 14%. Restam 32 leitos livres.

Nos 80 leitos de enfermaria, a ocupação é de 24%, restando 61 livres.

Related posts

Deixe uma resposta