Vereadores de Bananeiras são acusados de tentar burlar regras para aprovar aumento de 20% nos salários do prefeito, vereadores, vice e secretários

Vereadores de Bananeiras são acusados de tentar burlar regras para aprovar aumento de 20% nos salários do prefeito, vereadores, vice e secretários

Parlamentares denunciam que as matérias que criam benefícios ao Poder Executivo e Legislativo possuem anexos ocultos e sem espaço para retirada de pauta.

Vereadores de oposição da Câmara Municipal de Bananeiras divulgaram um vídeo na noite desta terça-feira (29) denunciando a forma como a bancada da situação apresentou projetos de lei que criam benefícios para a prefeitura e o Legislativo.

O ClickPB apurou que uma dessas matérias visam revisar as diárias do Poder Executivo e Legislativo e os subsídios do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais. De acordo com o texto, o aumento salarial para o prefeito e vice é de 20%. Outra proposta cria 13 cargos comissionados para a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

Segundo os parlamentares, os projetos foram colocados para votação no plenário em regime de urgência sem documentos necessários para análise, sem uma fundamentação preparada e sem espaço para retirada de pauta.

“É um absurdo que esteja acontecendo dessa forma. Nós estamos profundamente chateados e magoados porque não está ocorrendo do jeito que tem que ser. Isso tem que ocorrer de uma forma legítima e que todo mundo venha a entender”, disse o vereador Márcio da Chã (Rede).

Já o vereador Vital Santa Cruz (Rede) alega que o projeto que cria cargos possui anexos ocultos, que não foram apresentados aos parlamentares para apreciação. “Em nenhum um momento foi mostrados esses documentos. Então, fica difícil votar um projeto com anexos ocultos”, afirmou.

“É lamentável tudo isso que está aconteceu hoje à noite na Câmara Municipal, a casa do povo, onde nós estamos para defender os interesses daqueles que nos confiou. Isso tudo é feito com o dinheiro do povo, que na maioria está em estado de calamidade, passando por dificuldades e sem alimentos. Qual é a ajuda que o governo municipal está dando?”, lamentou a vereadora Cristina Carvalho (Rede).




clickpb

Related posts

Deixe uma resposta