Portal Mídia

O maior portal de Guarabira e do Brejo

Vídeo: Bolsonaristas fazem protesto e lotam pista em frente ao Planalto

Bolsonaristas que estão acampados no QG do Exército há mais de um mês se manifestaram contra “fraude” nas eleições

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) fizeram um protesto, na manhã deste domingo (4/11), na Esplanada dos Ministérios, após a última cerimônia de substituição da Bandeira Nacional no período do atual governo.Os manifestantes estão acampados há mais de um mês em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília, e caminharam até a Praça dos Três Poderes para acompanhar a solenidade. Os apoiadores de Bolsonaro lotaram a pista em frente ao Palácio do Planalto.

O grupo exibiu cartazes com dizeres em português e em inglês acusando as eleições de 2022 de fraude e censura da Justiça brasileira. Alguns indígenas apoiadores de Bolsonaro também estiveam presentes.

A solenidade, que ocorre no primeiro domingo de cada mês, não contou com a presença do atual mandatário, que segue recluso no Palácio da Alvorada sem compromissos oficiais.

A cerimônia foi realizada na Praça dos Três Poderes e contou com a presença do ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, e do comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos. O jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio também esteve presente.

A Guarda de Honra desfilou sob o som da banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais. Após as salvas de 21 tiros de canhão, o locutor da cerimônia comunicou que houve um problema técnico na engrenagem que substitui a bandeira, mas que a substituição ocorreria ao final do evento.

O comando da Cerimônia de Substituição da Bandeira Nacional ocorre em revezamento entre Marinha, Exército, Aeronáutica e o Governo do Distrito Federal. Em dezembro, foi a vez da Marinha.

Segurança reforçada
Devido ao protesto, a segurança na região foi reforçada, com muitos policiais em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Palácio do Planalto.

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Júlio Danilo, disse à coluna Grande Angular que a pasta tinha conhecimento de que parte dos manifestantes que estavam em frente ao QG do Exército iriam acompanhar a cerimônia mensal de troca da bandeira. Por isso, a segurança na área da Praça dos Três Poderes foi reforçada.

“Houve aumento do efetivo para garantir a segurança dos participantes e dos espaços públicos dos Poderes”, afirmou Júlio Danilo. O secretário disse que os policiais militares acompanharam toda a movimentação e não foi necessário fazer nenhuma intervenção, apenas a segurança dos prédios públicos.

“No final da cerimônia, foram proferidas algumas palavras de ordem por parte dos manifestantes, que se concentraram em frente ao Palácio do Planalto. Em seguida, deixaram o local e retornaram para o QG”, disse.

metropoles

curtida no instagram, comentário no instagram, seguidor do instagram-4294405.jpg

nossas redes sociais

%d blogueiros gostam disto: