VÍDEO: com medo de conflito na Ucrânia, jogador Júnior Reis e esposa pernambucana e ex-jogador do Botafogo da Paraíba pedem ajuda para voltar ao Brasil

Com medo de conflito na Ucrânia, jogador Júnior Reis e esposa pernambucana e ex-jogador do Botafogo da Paraíba pedem ajuda para voltar ao Brasil

 

Eles explicaram nas redes sociais que ainda não conseguiram informações mais detalhadas para tranquilizá-los e estão em Zaporíjia, que fica na porção leste da Ucrânia, mais próxima de conflitos.

Com medo da tensão na Ucrânia, após a invasão da Rússia ordenada por Vladimir Putin, o jogador Júnior Reis e a esposa pernambucana, Vitória Magalhães, além dos jogadores Guilherme e Cristian, esse que atuou no Botafogo-PB, fizeram um vídeo pedindo ajuda do governo Bolsonaro para voltar ao Brasil. Eles explicaram nas redes sociais que ainda não conseguiram informações mais detalhadas para tranquilizá-los e estão em Zaporíjia, que fica na porção leste da Ucrânia, justamente a parte mais próxima da fronteira com a Rússia e dos conflitos.

Zaporíjia fica longe 550km de Kiev, para onde estaria programa uma retirada de brasileiros, segundo relatou o grupo nas redes sociais. O ClickPB tenta contato com Vitória, mas já conseguiu conversar com a irmã dela, Thays Magalhães. Ela informou que eles veem caminhões com armas passando e estão preocupados por estarem longe da capital, Kiev, onde pode haver uma retirada de brasileiros e mais próximos da zona de conflito.

Thays disse ao ClickPB que a embaixada brasileira orientou os brasileiros na Ucrânia apenas a ter calma e seguir tudo o que o governo ucraniano disser. O grupo de jogadores está reunido com suas esposas e filhos em um hotel aguardando uma resposta. Júnior Reis está com a esposa, a pernambucana Vitória Magalhães, e o filho deles, Benjamin, de três anos de idade, que aparece sorridente no vídeo do apelo do grupo, sem saber a gravidade do que está acontecendo no país.

Nas redes sociais, Vitória explicou que eles não saíram antes porque não tinham sido liberados do trabalho e até ontem (23) ainda passavam a informação de que não haveria invasão russa.

“Não temos informações para tranquilizar”, desabafou Vitória, nas redes sociais.

clickpb

Related posts

Deixe uma resposta