Vídeo: idosa era mantida em cativeiro e furada com anzol de pesca

O homem quebrou os eletrodomésticos e eletrônicos da casa e desapareceu com todos os mantimentos que haviam na residência

Um homem foi preso por cárcere privado, lesão corporal e maus-tratos cometidos contra sua mãe adotiva, de 70 anos. O suspeito, identificado como Walefy Thalles de Souza Mota, 28, agredia, xingava e chegou a espalhar agulhas, anzóis de pesca e seringas pela cama da vítima a fim de torturá-la. Ele foi detido por policiais da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) nessa terça-feira (15/2).De acordo com as apurações, o filho adotivo da idosa tinha o objetivo de expulsá-la da casa e tomar posse da propriedade. Para isso, costumava torturá-la de várias maneiras. O homem quebrou os eletrodomésticos e eletrônicos do imóvel e desapareceu com todos os mantimentos que haviam na residência, deixando a mulher sem ter o que comer.

O criminoso ainda aproveitava a cegueira da senhora para machucá-la. À polícia, ela relatou que há alguns anos chegou a ser agredida por Walefy com um cabo de vassoura. Assustados, outros filhos da idosa acionaram a Polícia Militar no último mês e o homem acabou detido. A Justiça determinou a aplicação de medidas protetivas para manter o agressor afastado.

Veja imagens de como ficou a casa da idosa após o agressor destruir a residência:

Com o descumprimento das medidas protetivas, parentes dela voltaram a ligar para a polícia. Desta vez, equipes da 13ª DP foram até a propriedade e encontraram o acusado no local. Ele foi preso, em flagrante, e levado para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE). O suspeito deverá passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (16/2).

metropoles

Related posts

Deixe uma resposta