Relembre caso de adolescente trans morta, na PB, exibido no Linha Direta

Renata Ferraz, uma adolescente trans de 16 anos, foi encontrada morta às margens da PB-275, em Patos, no Sertão. Um dos suspeitos do caso, Geovane de Lima Galdino Silva, que estava foragido, foi preso nesta terça-feira (4), em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul.

O caso foi repercutido no fim do programa Linha Direta, no dia 1º de junho. De acordo com o delegado Paulo Ênio, o programa Linha Direta teve interferência decisiva na localização do suspeito.

Renata foi vista pela última vez no dia 17 de abril de 2022. No dia 18, a família chegou a registrar o caso na Polícia Civil de Patos. O corpo foi encontrado no dia 19 de abril.

De acordo com o delegado Paulo Ênio, inicialmente acreditava-se que a jovem teria sido morta a facadas. No entanto, um exame realizado no corpo da vítima indicou que a morte foi por asfixia mecânica.

A suspeita é de que a motivação do crime teria sido porque a esposa de Geovane teria descoberto que ele tinha um caso com a vítima. O crime teve um participante que confessou e que já está preso.

Os dois homens teriam encontrado Renata e ido para outro lugar, onde vítima e suspeito discutiram e a morte aconteceu. Para a Polícia Civil, o crime já estava premeditado apesar da discussão, porque o suspeito foi acompanhado e levou uma faca.

G1

%d blogueiros gostam disto: