Condomínio de luxo Águas da Serra afasta porteiro citado nas investigações do sumiço de Sophia, em Bananeiras

O condomínio de luxo Águas da Serra, em Bananeiras, afastou o porteiro citado nas investigações do desaparecimento de Ana Sophia, no distrito de Roma, no município. A medida, segundo o condomínio, é para manter a segurança dos condôminos.

“Como muitos de vocês já devem estar cientes, recentemente a imprensa veiculou suspeitas em relação à autoria desse crime, com o nome de um cidadão chamado Tiago sendo mencionado como possível suspeito. Vale ressaltar que o Sr. Tiago é um funcionário de nosso condomínio, desempenhando suas funções como porteiro há mais de 10 anos. Durante todo esse período, nunca houve qualquer suspeita de desvio de conduta em seu trabalho nas dependências do condomínio”, declarou o Águas da Serra em comunicado obtido pelo ClickPB.

O condomínio Águas da Serra diz ser “importante destacar que, como comunidade, não devemos fazer julgamentos precipitados, e a presunção de inocência é um direito fundamental que deve ser respeitado. No entanto, nossa prioridade é garantir a segurança e o bem-estar de todos os condôminos, especialmente em situações de dúvida e incerteza como essa.”

Ana Sophia desapareceu no dia 4 de agosto deste ano após sair de casa em direção à residência de outra criança, amiga dela. Desde então, não voltou mais para o convívio com a família. A Polícia Civil investiga o caso.

Confira a nota na íntegra

Prezados Senhores Condôminos do Águas da Serra,

Esperamos que esta mensagem os encontre bem e em segurança. Gostaríamos de abordar um assunto que tem gerado preocupação em nossa comunidade e que diz respeito ao desaparecimento da menina Sophia, ocorrido no distrito de Roma, em nossa cidade de Bananeiras.

Como muitos de vocês já devem estar cientes, recentemente a imprensa veiculou suspeitas em relação à autoria desse crime, com o nome de um cidadão chamado Tiago sendo mencionado como possível suspeito. Vale ressaltar que o Sr. Tiago é um funcionário de nosso condomínio, desempenhando suas funções como porteiro há mais de 10 anos. Durante todo esse período, nunca houve qualquer suspeita de desvio de conduta em seu trabalho nas dependências do condomínio.

Entretanto, devido à gravidade das suspeitas em torno desse caso, decidimos tomar algumas medidas preventivas. O Sr. Tiago será afastado de suas funções a partir do início de suas férias. Caso, ao final desse período, o inquérito policial não tenha concluído suas investigações e esclarecido a situação, o afastamento será mantido até que o caso seja totalmente esclarecido.

É importante destacar que, como comunidade, não devemos fazer julgamentos precipitados, e a presunção de inocência é um direito fundamental que deve ser respeitado. No entanto, nossa prioridade é garantir a segurança e o bem-estar de todos os condôminos, especialmente em situações de dúvida e incerteza como essa.

Acreditamos que as autoridades competentes estão trabalhando diligentemente para esclarecer os fatos e que a verdade virá à tona em breve. Enquanto aguardamos por respostas, pedimos a todos que mantenham a calma e evitem especulações infundadas.

Estamos comprometidos em manter nosso condomínio um lugar seguro e harmonioso para todos, e esperamos que este episódio possa ser resolvido com justiça e transparência.

Agradecemos pela compreensão de todos e desejamos a todos um bom dia.

Atenciosamente,

A Adminsitração

%d blogueiros gostam disto: